23 de Agosto DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Domingo, 13 de Agosto de 2017, 07h:06
Tamanho do texto A- A+

Política / SEGUNDO EDER

Portugueses ficaram “chateados” ao serem descartados

A Ferconsult foi a responsável pelo projeto básico das obras do VLT, mas não pôde participar da licitação
SÍLVIA DEVAUX
DA REDAÇÃO

 

Trecho de uma das mensagens salvas, em 2014, no e-mail fictício para o promotor de Justiça Marcos Regenold Fernandes, o ex-secretário estadual Eder Moraes (Casa Civil e Secopa) falou que os portugueses da Ferconsult ficaram “chateados com o governador porque fizeram tudo e foram descartados depois sem nenhuma justificativa”.

 

 

ferconsult

 

A Ferconsult foi a empresa pública portuguesa especializada em Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que fez os estudos para a troca dos modais de transporte para a Copa de 2014 em Cuiabá, de BRT pelo VLT. A doação do projeto básico Governo de Mato Grosso, que teve um custo de R$ 14 milhões e teria sido intermediado pelo assessor da Vice-Governadoria, Rowles Magalhães, revelaria o interesse dos empresários e do lobista em lucrar com a possibilidade de realizarem uma Parceria Público-Privada (PPP).


Em sua delação ao Ministério Público Federal, durante a semana, o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) lembrou que a conclusão da obra pela proposta da empresa portuguesa não ficaria pronta para a Copa e por isso foi descartada de participar da licitação pelo grupo. Silval disse que quanto a isso não poderia dar mais informações, pois as tratativas eram feitas pelo secretário-extraordinário da Copa na época, Maurício Guimarães, e ele não sabe informar os nomes dos representantes da Ferconsult.


Conforme informou Eder ao promotor do MPE, se tratava de Marco Aurélio Sousa Martins e João Monteiro. Em abril de 2011, Silval liderou uma comitiva em viagem a Porto, em Portugal, para conhecer o sistema de transporte coletivo e ver de perto o impacto da adoção do sistema de transporte na vida da população local. Na cidade foi recebido pela vice-cônsul do Brasil, Rosely de Mathemeier, e nesta ocasião pode ter se encontrado com os portugueses que ele diz não conhecer.


Entre os integrantes da comitiva estavam o presidente da Assembleia Legislativa, José Riva, o primeiro secretário da AL, Sérgio Ricardo e o deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB).

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Oscar acusa Globo de fazer matérias por ter contrato cortado

Transferência de policiais presos por grampos só depende de MS

Secretário de Taques depõe três horas sobre grampos da PMMT

Gaeco/MPE quer que PGR investigue Taques e Leitão

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Os que aplicam a lei são os que mais desrespeitam a Constituição

VEJA MAIS

ARTIGOS

Multas e Pardais

Por: UBIRATÃ ALVES

Como ter um dia bom

Por: ISOLDA RISSO

A Tirania da Alegria Digital

Por: MARIA AUGUSTA RIBEIRO
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Silval revela que Pedro Taques fez campanha com dinheiro de propina do seu governo
  2. Presidente do PP diz que Taques é autoritário e que não apoia reeleição dele
  3. Em nota, governador diz que acusação de Silval é "vingança pessoal"
  4. Ministro nega ter participado de reunião para tratar de doações secretas
  5. Gaeco/MPE quer que PGR investigue Taques e Leitão

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL