23 de Agosto DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Quarta-Feira, 02 de Agosto de 2017, 15h:26
Tamanho do texto A- A+

Política / FALTA SER HOMOLOGADA

Delação de Silval Barbosa é "monstruosa", diz ministro do STF

O conteúdo já chegou ao gabinete de Fux, mas ainda não foi homologado. Para ele, "depois da Lava Jato, é a maior operação"
MARIA ANGÉLICA OLIVEIRA
O LIVRE

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux disse que a delação premiada do ex-governador Silval Barbosa já chegou a seu gabinete e é "monstruosa". O conteúdo, no entanto, ainda foi homologado. "Depois da Lava Jato, é a maior operação", afirmou. 

 

Questionado, o ministro não soube precisar se a delação de Silval está relacionada à Operação Ararath. Procurado pela reportagem, o advogado de Silval, Délio Lins e Silva, não quis comentar o assunto.

 

O fato de a delação de Silval estar na instância máxima da Justiça brasileira, o STF, significa que há pessoas com foro privilegiado envolvidas.

 

Confissões

Recentemente, o ex-governador mudou de postura e passou a fazer diversas confissões nos processos da Operação Sodoma, que apuram desvios de dinheiro na gestão dele. Com as confissões e devolução de R$ 46 milhões em bens, Silval conseguiu ser solto do Centro de Custódia da Capital (CCC), onde ficou preso por quase dois anos.

 

Nos processos da Sodoma, o ex-governador admitiu ter montado sua equipe de secretários para desviar dinheiro, que seria usado para pagar dívidas pessoais e de campanha.

 

Em depoimentos recentes à juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal, Silval chamou a atenção ao se recusar a falar sobre alguns assuntos, indicando que eles poderiam estar relacionados a pessoas com foro privilegiado. Foi o caso da dívida com Valdir Piran, dono de factorings. O ex-governador confirmou que ele e seu "grupo político" tinham uma dívida de R$ 10 milhões com o empresário, mas não citou nomes.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Oscar acusa Globo de fazer matérias por ter contrato cortado

Transferência de policiais presos por grampos só depende de MS

Secretário de Taques depõe três horas sobre grampos da PMMT

Gaeco/MPE quer que PGR investigue Taques e Leitão

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Os que aplicam a lei são os que mais desrespeitam a Constituição

VEJA MAIS

ARTIGOS

Multas e Pardais

Por: UBIRATÃ ALVES

Como ter um dia bom

Por: ISOLDA RISSO

A Tirania da Alegria Digital

Por: MARIA AUGUSTA RIBEIRO
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Silval revela que Pedro Taques fez campanha com dinheiro de propina do seu governo
  2. Presidente do PP diz que Taques é autoritário e que não apoia reeleição dele
  3. Em nota, governador diz que acusação de Silval é "vingança pessoal"
  4. Ministro nega ter participado de reunião para tratar de doações secretas
  5. Gaeco/MPE quer que PGR investigue Taques e Leitão

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL