17 de Outubro DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Quarta-Feira, 02 de Agosto de 2017, 15h:26
Tamanho do texto A- A+

Política / FALTA SER HOMOLOGADA

Delação de Silval Barbosa é "monstruosa", diz ministro do STF

O conteúdo já chegou ao gabinete de Fux, mas ainda não foi homologado. Para ele, "depois da Lava Jato, é a maior operação"
MARIA ANGÉLICA OLIVEIRA
O LIVRE

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux disse que a delação premiada do ex-governador Silval Barbosa já chegou a seu gabinete e é "monstruosa". O conteúdo, no entanto, ainda foi homologado. "Depois da Lava Jato, é a maior operação", afirmou. 

 

Questionado, o ministro não soube precisar se a delação de Silval está relacionada à Operação Ararath. Procurado pela reportagem, o advogado de Silval, Délio Lins e Silva, não quis comentar o assunto.

 

O fato de a delação de Silval estar na instância máxima da Justiça brasileira, o STF, significa que há pessoas com foro privilegiado envolvidas.

 

Confissões

Recentemente, o ex-governador mudou de postura e passou a fazer diversas confissões nos processos da Operação Sodoma, que apuram desvios de dinheiro na gestão dele. Com as confissões e devolução de R$ 46 milhões em bens, Silval conseguiu ser solto do Centro de Custódia da Capital (CCC), onde ficou preso por quase dois anos.

 

Nos processos da Sodoma, o ex-governador admitiu ter montado sua equipe de secretários para desviar dinheiro, que seria usado para pagar dívidas pessoais e de campanha.

 

Em depoimentos recentes à juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal, Silval chamou a atenção ao se recusar a falar sobre alguns assuntos, indicando que eles poderiam estar relacionados a pessoas com foro privilegiado. Foi o caso da dívida com Valdir Piran, dono de factorings. O ex-governador confirmou que ele e seu "grupo político" tinham uma dívida de R$ 10 milhões com o empresário, mas não citou nomes.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Após 460 demissões, vereadores trabalham "de casa"

AL destaca votação da PEC dos Gastos na agenda da semana

Advogado aciona STF e pede afastamento de Maggi

Fábio Garcia corre o risco de ser expulso do PSB nesta segunda

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Decisão sobre caso dos grampos deixa um "cheirinho de pizza"

VEJA MAIS

ARTIGOS

A maldição da política partidária

Por: FERNANDO LEITÃO

Bem ou mal, mau ou bom

Por: GONÇALO DE BARROS

Dia da professora e do professor

Por: JUACY SILVA
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Paulo Taques mente ao STF que Mauro Zaque foi candidato a prefeito
  2. Governador Pedro Taques alerta que sem PEC do Teto salários vão atrasar
  3. Paulo Taques mente ao STF ao dizer que Mauro Zaque foi candidato a prefeito em 2016 no interior de MT
  4. Ex-comandante da PM de MT é suspeito de guardar provas dos grampos em casa
  5. Promotor abre inquérito e apura fraudes entre Unemat e Faespe

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL