25 de Fevereiro de 2018 | SOBRE ESTE BLOG
Segunda-Feira, 04 de Setembro de 2017, 11h:20
Tamanho do texto A- A+

Coluna do Antero / ABSOLVIÇÃO GERAL

José Adolfo defende deputados citados na delação de Silval e confirma Dilmar na liderança do governo

Antero Paes de Barros

 

Existe um ditado popular que diz: “ou permaneças calado ou digas coisas que valham mais que o silêncio”. Definitivamente, o atual secretário da Casa Civil, José Adolfo, investigado no caso dos grampos telefônicos, não é adepto dessa tese.

 

Em entrevista ontem ao repórter Paulo Coelho do Jornal da Capital, José Adolfo teve a oportunidade de defender todos os deputados citados na delação de Silval Barbosa, invocando para isso, o princípio constitucional da presunção de inocência. Realmente, não há nenhum condenado, nem denunciado ainda, mas os fatos são graves demais para merecer absolvição tão rápida de José Adolfo.

 

O secretário da Casa Civil não parou por aí. Disse que Dilmar Dal Bosco, também citado na delação deve permanecer na liderança do governo.

 

Ah e tem mais. José Adolfo disse que a delação de Silval pode ser anulada.

 

Comentário meu: A que ponto chegamos. O Chefe da Casa Civil do governo de transformação dá a entender que o correto é anular a delação de Silval. Não levar em conta o que Silval denunciou é querer jogar a corrupção debaixo dos tapetes. Cale a boca, Zé Adolfo!

 

 

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Prefeita de Sinop se afastará do cargo em março

Arthur Virgílio desiste das prévias e critica Alckmin

Toffoli entrega voto do "foro privilegiado" no próximo mês

Ex-governador vira conselheiro e afirma: não compensa errar

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Carlos Fávaro é uma confusão política ambulante

VEJA MAIS

ARTIGOS

Hospital Julio Müller

Por: ALFREDO MENEZES

Mudanças sim! Conformismo não!

Por: JUNIOR MACAGNAM

Truco

Por: EDUARDO PÓVOAS
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Silval revela que 7 deputados fizeram extorsão por acordo na AL
  2. Concessionárias elevam preços, mesmo sem cumprir contratos
  3. Blairo Maggi anuncia nesta segunda-feira se vai ou não disputar eleições
  4. Ex-governador vira conselheiro e afirma: não compensa errar
  5. Mais de 34 mil devem realizar provas da 2ª e 3ª etapas do Concurso de VG

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL