16 de Janeiro de 2018 | SOBRE ESTE BLOG
Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2018, 14h:40
Tamanho do texto A- A+

Cidade / NOVA DENÚNCIA DO MPE

Acusada de planejar morte de prefeito, médica é "falsa pediatra"

Em depoimento, confirmou a falsidade do documento e que não possui especialidade. Ela atendia no Hospital André Maggi
LAICE SOUZA
DA REDAÇÃO

 

O Ministério Público Estadual propôs uma nova denúncia contra a médica Yana Fois Coelho Alvarenga. Ela, que está presa sob a acusação de participação no planejamento da morte do prefeito de Colniza Esvandir Antonio Mendes, agora deverá responder por uso de documento falso e falsidade ideológica.

Ela apresentou documento falso para ser contratada no município. Yana Alvarenga atendia como pediatra e entregou um certificado de residência médica na especialidade, como se tivesse feito na Universidade de São Paulo. Os investigadores entraram em contato com a USP e foram informados da ilegalidade do diploma.

certificado yana
yona usp

 

Em depoimento as autoridades policiais, ela confirmou a falsidade do documento e que não possui título em pediatria. Ela atendia no Hospital Municipal André Maggi de Colniza.


Prisão

A médica foi presa no dia 26 de dezembro, de 2017, sob a acusação de participar do planejamento da morte do prefeito de Colniza. O marido de Yana, o empresário Antonio Pereira Rodrigues, é apontado como o mandante do homicídio. Além dos dois, outras duas pessoas também foram presas, suspeitas de participação no assassinato.

O prefeito foi morto no dia 15 de dezembro, quando retornava da zona rural do município. Ele recebeu disparos de arma de fogo e ainda conseguiu fugir do local, até chegar na zona urbana do município, mas não resistiu aos ferimentos.


Além do prefeito, o secretário de Finanças do município, Admilson Ferreira dos Santos, também foi alvejado. Ele resistiu aos ferimentos e se recupera.

 

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Petistas já fazem marchinha em apoio a Lula; ouça

Contas de Taques só serão analisadas em fevereiro

Casa Barão de Melgaço é furtada pela 18ª vez em Cuiabá

Rodrigo Janot prestou depoimento a policiais federais

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Os vereadores da Câmara de Cuiabá não tem limites!

VEJA MAIS

ARTIGOS

A farra das verbas indenizatórias

Por: HEITOR SANTANA

Complicado?

Por: LOUREMBERGUE ALVES

Sociedade em rede

Por: ONOFRE RIBEIRO
VEJA MAIS

mais lidas

  1. MP de Contas sugere instalação de impeachment contra Pedro Taques
  2. Governo usou dinheiro do Fethab para pagar professor, diz Kardec
  3. AMM e entidades pedem investigação rigorosa em repasses do Fundeb
  4. Governador visita Escola Técnica e anuncia novo concurso
  5. Valter Albano reconheceu falha no repasse, mas considerou justificativa do Estado

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL