Arquivo do Autor antero

Prefeito do PMDB deixa Lúdio e apoia Pedro Taques
Tweet

Prefeito de Juína Hermes Bergamim

Prefeito Hermes Bergamim: “Não sou cabresto de partido ou pessoa. Por isso quero mudança”, ressaltou.

Embora faça parte de partido adversário nestas eleições, o prefeito de Juína Hermes Bergamim (PMDB) declarou, nesta sexta-feira (08)  apoio ao candidato ao governo pela coligação “Coragem e Atitude Para Mudar”, Pedro Taques (PDT).

“O Pedro [Taques] vai dar uma basta na corrupção em Mato Grosso. Ele é o candidato que está preparado para dar esse choque de gestão que precisamos”, afirmou o prefeito.  Sobre seu não apoio ao candidato Lúdio Cabral (PT) que tem como vice Teté Bezerra (PMDB), Hermes argumenta ser contrário à continuidade. “Não sou cabresto de partido ou pessoa. Por isso quero mudança”, ressaltou. (mais…)

Adesivaço em prol de Aécio
Tweet

O professor e economista Paulo Ronan, fundador e primeiro filiado ao PSDB no Estado, que desempenha as funções de coordenador da campanha de Aécio Neves no Estado está marcando para hoje as 10 horas da manhã, um adesivaço em favor da candidatura presidencial de Aécio Neves, na praça Oito de Abril, ao lado do Chopão. Dizem que o local foi escolhido a dedo, pois logo depois do adesivaço…

Prefeito de Santa Cruz do Xingú apoia Wellington
Tweet

Ontem o prefeito de Santa Cruz do Xingu (PSB), Marcos de Sá, declarou apoio à candidatura do senador Wellington Fagundes. O partido de Sá está na coligação que tem Rogério Salles (PSDB) como candidato ao Senado. Existem movimentações dentro do PSB para que o prefeito seja integrado à campanha de Rogério Salles, pois o partido considera importante que o senador eleito seja da mesma coligação de Pedro Taques.

Ministro Tofolli manda soltar Eder Moraes
Tweet

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Tofolli, após analisar hábeis corpus impetrado pela defesa de Éder Moraes determinou que ele fosse colocado em liberdade. O ministro revogou também a proibição de Éder se encontrar com sua esposa Laura Tereza Dias, também réu no processo da Ararath.

Dias Tofolli considerou que Éder não representa mais risco á instrução criminal e por isso concedeu a liberdade.

Repercussão nacional: Blog do Noblat divulga condenação de Riva como ficha suja
Tweet

Deu no blogdonoblat:

“O Tribunal Regional Eleitoral rejeitou nesta quinta-feira (7), por unanimidade, o registro de candidatura do deputado José Geraldo Riva (PSD) ao governo de Mato Grosso.

Riva ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A impugnação da candidatura do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso foi pedida pela coligação do senador Pedro Taques (PDT), que concorre contra Riva, e pelo Ministério Público Federal.

Riva acumula mais de 180 ações em tramitação na Justiça e 21 ações penais em curso pela suposta prática de peculato e lavagem de dinheiro”.

Leia mais em Justiça de Mato Grosso julga registro de candidato ficha-suja

Advogado de Riva confia que reverte o resultado no TSE
Tweet

O advogado de defesa do deputado José Riva acredita que pode reverter a decisão do TRE em Brasília e manter a candidatura de Riva ao governo de Mato Grosso. “Pra mim, esse continua sendo um caso fácil e eu acredito confiantemente que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai reverter”, declarou Mudrovitsch aos jornalistas que acompanharam o julgamento após o indeferimento do registro de candidatura pelo TRE.

O advogado assegurou que irá recorrer da decisão de imediato e sustenta que a campanha de Riva continua normalmente. “Nada muda até que esse recurso seja julgado”, garantiu.

O TSE tem prazo até 20 de agosto para julgar o recurso. Apesar do advogado garantir que tem chances de sucesso no recurso existem setores dentro do PSB que defendem a substituição da candidatura pela de Janete Riva.

O julgamento de Riva ganhou destaque nacional. O jornal ao Globo deu destaque na primeira página, considerando o deputado o maior ficha suja do Brasil. O jornalista Ricardo Noblat divulgou em seu blog o vídeo onde aparece o ex-vereador João Emanuel garantindo que Riva já deixou tudo acertado em Brasília para ser absolvido.

TRE confirma Riva como ficha suja e ele não pode ser candidato até 2022
Tweet

rivaO Tribunal Regional Eleitoral considerou  por unanimidade que o deputado estadual José Riva não pode ser candidato ao governo, nem a nenhum cargo eletivo, por ser considerado ficha suja. Os juízes do TRE entenderam que Riva tem quatro condenações por improbidade administrativa e em todas elas ficou demonstrado que houve dolo nas ações do parlamentar.

Além disso ficaram demonstradas nas decisões do Tribunal de Justiça de Mato Grosso que José Riva causou prejuízo ao erário e proporcionou enriquecimento ilícito, ainda que tenha sido de terceiros.

Os advogados de defesa de José Riva estão aconselhando o deputado a recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, mas existem também os que entendem ser necessária a substituição de sua candidatura. Nos bastidores tem-se como certo que Janete Riva pode substituir o marido na disputa ao governo.

O deputado ainda não se pronunciou após a decisão do TRE. Na hipótese da decisão do TRE ser mantida pelos tribunais superiores, Riva fica sem poder disputar eleições nos próximos oito anos.

Riva veste carapuça e se imagina dentro de um camburão
Tweet

O prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz falando sobre as candidaturas ao governo durante a apresentação de Rogério Salles como candidato a senador na chapa do candidato Pedro Taques arrancou risadas da plateia ao afirmar que “eu vou de Taques, enquanto outros vão de ambulância, ou camburão”.

O candidato José Riva respondeu a ironia, dizendo que Percival vai é de tarturaga, pois sua administração está muito lenta.

Traduzindo tudo isso: Riva entendeu que o camburão era pra ele. Porque será?

Pesquisa Vox Populi registrou sim todos os dados legais no TRE. Resultado que dá a liderança a Pedro Taques com 43% não foi contestado e Diário de Cuiabá poderá republicar a pesquisa com todos os dados
Tweet

pedro taques

 A justiça determinou a apreensão dos panfletos realizados pela campanha do candidato a governador Pedro Taques que mostrava os números da pesquisa Vox Populi, na primeira sondagem realizada pelo instituto sobre as eleições para governador e senador de Mato Grosso.

Conforme já foi amplamente divulgado, nessa pesquisa, Pedro Taques lidera com 43% das intenções de voto, sendo seguido por José Riva com 18% e Lúdio Cabral com 12%. O candidato do Psol tem 3% e Muvuca 1%. Para o Senado, Jayme lidera com 40% e Wellington aparece com 25%.

As coligações adversárias da candidatura de Pedro Taques pediram a suspensão da divulgação da pesquisa e a apreensão dos panfletos que já haviam sido distribuídos pela coligação de Pedro Taques com base na ausência de algumas informações, que são exigidas por lei e não constavam da pesquisa. (mais…)

Wellington Fagundes aprova projeto que permite parcelar multas de trânsito
Tweet

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara Federal  (CCJ) aprovou na quarta-feira (16) o Projeto de Lei 2690/03, do deputado Wellington Fagundes (PR-MT), que permite parcelamento de multas de trânsito. Como tramita em caráter conclusivo, o projeto seguirá para o Senado, a menos que haja recurso para votação no Plenário da Câmara. Atualmente, o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) não possibilita o parcelamento. O projeto mantém a previsão da legislação vigente de permitir o pagamento opcional da multa em parcela única, até a data do vencimento, por 80% de seu valor. De acordo com a proposta, se o infrator pagar a multa e depois ganhar recurso contra a penalidade, terá o valor devolvido.

Éder coloca Blairo e Silval como testemunhas e pode indicar Lúdio
Tweet

O ex secretário Éder Moraes adotou como estratégia de defesa indicar como suas testemunhas o senador Blairo Maggi e o governador Silval Barbosa. A tática da defesa é provar ao juiz Jeferson Scheneider que Éder Moraes apenas cumpriu ordens dos seus superiores nas ações comprovadas pela operação Ararath. Com o anúncio das testemunhas de defesa fica demonstrada a disposição de Éder em contar toda a verdade nas próximas audiências. Circulam informações nos bastidores que Éder Moraes poderá também arrolar como testemunha, o ex vereador Ludio Cabral para confirmar que recebeu sete milhões e meio do ex-secretário durante a campanha eleitoral para prefeito.

Morreu Plinio de Arruda Sampaio
Tweet

Morreu nesta terça feira em São Paulo, aos 83 anos de idade, o ex-deputado federal constituinte, Plinio de Arruda Sampaio que lutava contra um câncer nos ossos. Foi vencido. Plinio de Arruda Sampaio foi deputado constituinte pelo PT. Muito ligado à Igreja Católica. Foi fundador e presidente da Associação Brasileira de Reforma Agrária Abras.

Desiludido com a transformação sofrida pelo PT, Plino de Arruda Sampaio militou nos últimos anos de sua vida no PSOL. Nas últimas eleições foi candidato a presidente da República, tendo obtido mais de 880 mil votos.

Tive oportunidade de conviver com Plinio de Arruda Sampaio na constituinte de 86 a 88. Era um parlamentar coerente, honesto e defensor da reforma agrária.

Herança de Éder: Justiça reprova contas de Lúdio Cabral
Tweet

O candidato a prefeito Lúdio Cabral teve suas contas de campanha rejeitadas pela juíza Angela Regina Gutierrez da 54ª zona eleitoral de Cuiabá. As contas de Lúdio apresentaram muitas inconsistências.

Na campanha para prefeito de Cuiabá, em 2012, Lúdio Cabral teve como seu principal, arrecadador e coordenador financeiro, o atual hóspede da papuda, presidiário Éder Moraes. Ex-titular da Fazenda, Moraes está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília (DF), por conta das investigações da Operação Ararath, da Polícia Federal. Eder, o coordenador de Lúdio é apontado como o principal articulador de um suposto esquema de lavagem de dinheiro em Mato Grosso.   

Coletiva de Silval foi mérito de Marcão
Tweet

A entrevista coletiva do governador Silval Barbosa pode ter sido o inicio de uma agenda positiva do governo para o final do mandato. Pelo menos teve o mérito de romper o isolamento em que se encontrava o poder executivo no Palácio Paiaguás. O reencontro com a possível governabilidade – os problemas não estão todos afastados – só foi possível graças à articulação e interferência do jornalista Marcos Lemos.

PGR destaca três procuradores para apurar corrupção nos poderes em Mato Grosso
Tweet

Corrupção liderada por Éder Moraes envolvendo os três poderes em Mato Grosso provocou designação especial de procuradores para o Estado.

Corrupção liderada por Éder Moraes envolvendo os três poderes em Mato Grosso provocou designação especial de procuradores para o Estado

O Conselho Superior do Ministério Público designou três procuradores especiais para uma devassa nos poderes em Mato Grosso, por causa da operação Ararath. A designação busca também passar a limpo a situação do Ministério Público Estadual, pois apesar do procurador geral da República, Rodrigo Janot ter concordado com as explicações de Paulo Prado que os membros do MPE teriam recebido legalmente as cartas de crédito, as operações pareceram muito estranhas e vão apuradas por essa força tarefa. Além disso, uma rigorosa investigação será feita nos poderes executivo e legislativo e sobre alguns membros do poder judiciário.

Os procuradores designados para a força tarefa foram Gustavo Peçanha Veloso de Brasília, Rodrigo Leite Prado de Minas Gerais e Ronaldo Pinheiro Queiroz do Rio Grande do Norte. Os procuradores ficarão por 30 dias em Cuiabá. (mais…)

Silval joga a responsabilidade da Ararath para Éder: “NINGUÉM ESTEVE AUTORIZADO A FALAR EM MEU NOME”
Tweet

Silval empurrou a responsabilidade toda para Éder.

Silval empurrou a responsabilidade toda para Éder.

Na entrevista coletiva que concedeu na manhã de hoje no Palácio Paiaguás, o governador Silval Barbosa disse confiar nas instituições e mostrou tranqüilidade quanto às apurações da Ararath. Silval deixou clara a contrariedade sobre os mal feitos de Éder Moraes e buscou desvencilhar-se do ex-secretário e homem de confiança, ao declarar que “ninguém fala em meu nome” e “ninguém nunca esteve autorizado a falar em meu nome”.

O governador Silval Barbosa reuniu os presidentes da Assembléia, Romualdo Junior, do Tribunal de Contas Valdir Teis e do Tribunal de Justiça Orlando Perri para anunciar que o Estado está funcionando normalmente. (mais…)

Polícia faz busca e apreensão na Secretaria de Cultura do Estado.
Tweet

O secretário Fabiano Prates vai dar coletiva a tarde.

O secretário Fabiano Prates vai dar coletiva a tarde.

Os produtores culturais de Mato Grosso sempre reclamaram muito do descaso das autoridades e da falta de financiamento do setor. E parece que tem razão. Nesta segunda feira uma operação da Delegacia Fazendária está fazendo busca e apreensão na sede da Secretaria de Cultura.

A suspeita é de que os membros do Conselho de Cultura estão rateando entre os seus integrantes, usando supostos laranjas, R$ 4 milhões por ano para recebimento dos recursos que deveriam viabilizar a produção cultural no Estado.

Os anos investigados e que motivaram as buscas e apreensões foram os de 2012, 2013 e 2014, o que possibilita um desvio de R$ 12 milhões de recursos aplicados fora das atividades para os quais foram destinados. Os anos investigados referem-se ao período de governo de Silval Barbosa. Comandaram a secretaria neste período, o deputado João Malheiros, João Laino, Janete Riva e agora Fabiano Prates. (mais…)

Aparecem nomes do judiciário na delação de Junior Mendonça: ex juiz Evandro Stábile e Roberto Seror
Tweet

 

Evandro stábile e Eduardo jacob teriam ajudado Silval no TRE

Evandro stábile e Eduardo jacob teriam ajudado Silval no TRE

A delação premiada de Junior Mendonça pode incriminar membros do poder judiciário, ou, quando nada, deixá-los em situação constrangedora e respondendo a processo. Com a documentação liberada pelo juiz Jefferson Schneider foi possível constatar que a empresa de Junior Mendonça foi utilizada para liberar R$ 500 mil (quinhentos mil reais) para o ex-juiz Evandro Stábile, quando atuava no Tribunal Regional Eleitoral. O pagamento teria sido feito por decisão do próprio governador Silval Barbosa, que queria evitar a cassação do prefeito de Sinop, Juarez Costa. Junior Mendonça diz ter recebido essas informações de Eduardo Jacob, ex juiz membro do Tribunal Eleitoral e também, coincidentemente, ex-assessor do deputado Riva. (mais…)

Documentos apreendidos na casa de Éder e delação de Junior Mendonça motivaram prisões em Mato Grosso. Situação de Blairo volta a ficar complicada
Tweet

eder e blairoDocumentos apreendidos na residência de Éder Moraes, que tratam da aquisição de máquinas e equipamentos feitas pelo governo do Mato Grosso em 2007, gestão de Blairo Maggi,  e a delação premiada do empresário Junior Mendonça, quando da primeira fase da Operação Ararath, embasaram os mandados de busca e apreensão determinados pelo ministro Dias Tofolli e pelo juiz federal Jeferson Scheneider.

A revelação foi feita pelo advogado Otacílio Peron defensor da Dymac Máquinas Rodoviárias, uma das empresas invadidas pela Polícia Federal.

Como o ministro Dias Tófolli só podia atuar no caso em função de envolvimento de parlamentar federal existem suspeitas sobre qual deputado ou senador envolvido. O senador Blairo Maggi terá que responder inquérito que corre no STF, em função dos fatos ter ocorrido em seu governo.  (mais…)

PF faz busca e apreensão na casa e gabinete de Sergio Ricardo. Conselheiro pode ser destituído do cargo
Tweet

conselheiro SergioA busca e apreensão na residência e gabinete do conselheiro Sérgio Ricardo, ao mesmo tempo em que ocorre na residência do ex-conselheiro Alencar Soares Filho, em Barra do Garças, demonstra que a PF está recolhendo documentos para comprovar a venda e compra de vagas no Tribunal de Contas de Mato Grosso. Como se sabe, Sergio Ricardo substituiu Alencar Soares no TCE.

Na fase anterior da operação Ararath foram apreendidos documentos e anotações com Junior Mendonça que registravam empréstimos milionários ao deputado Sergio Ricardo e com as anotações de que seriam para compra de vagas no TCE. Como ele entrou na vaga de Alencar Soares as buscas e apreensões nas casas dos dois se completam.

As informações sobre Sergio Ricardo ainda são desencontradas, mas funcionários do Tribunal, dizendo-se envergonhados confirmaram que ele foi levado pela Polícia Federal.

O Ministério Público Federal já pediu ao STJ o afastamento do conselheiro Sergio Ricardo. Por três vezes a petição foi indeferida, mas com os novos fatos o STJ terá que novamente apreciar o pedido de afastamento. Em instantes mais informações.